GOB-MS Grande Oriente do Brasil - Mato Grosso do Sul

Oh! Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união.

NATAL 2017

sexta, 15 de dezembro de 2017 às 13h36



NATAL
 
É sempre uma esperança renovada, com os olhos voltados para o bem, para o que de melhor possa acontecer entre os homens aqui na terra. A partir do nascimento de Jesus Cristo, vindo a terra para salvar a humanidade do estado de coisas negativas que, desde muito tempo persiste em permanecer presente no mundo em que vivemos, ontem e hoje.

Sua passagem pela terra foi marcante, pregando as boas novas para todos, em especial aos que se prontificaram em receber Deus, com atuações dignificantes de amor ao próximo.

A todos se dirigia com humildade e muito saber, sem qualquer ostentação, exemplo de simplicidade, tendo tudo que precisava. Deixou um legado, cujos registros, são partes integrantes do livro dos livros, a Bíblia.

Infelizmente, pouco ou quase nada foi assimilado pelo ser humano, não é preciso ir longe para constatar a desigualdade reinante, onde quem pode mais chora menos, e olha que estamos em pleno século XXI, e as mazelas estão ai, bem próximas.

Como seria bacana, legal mesmo, se tivéssemos uma “vara de condão” para provocar mudanças salutares, em benefício de quem necessite de ajuda. Isso é uma utopia? Mas sonhar não é proibido, mesmo sendo ciente da nossa imperfeição.

Quão bom seria se houvesse um equilíbrio generalizado, em tudo que nos envolve nada de exageros. Claro esta que, não é a nossa realidade, vivemos numa época de consumismo frenético. Colocamos em graus de prioridades, ações materialistas.

Mas, enfim, o período natalino serve para reunir, agregar pessoas com objetivo de tornar presente os ensinamentos de Jesus. Sem dúvida é uma data relevante para reflexão.

Feliz Natal e os nossos votos de que realizem o máximo possível seus desejos, no próximo ano, com saúde e muita paz.

Nelson Vieira de Souza – Secr.: Estadual de Ed. e Cultura do GOB-MS, membro da Academia Maçônica de Letras de Mato Grosso do Sul, da Academia de Artes, Ciências e Letras Castro Alves – POA, correspondente da Academia Rio Grandense de Letras –RS, e da Associação Internacional de Poetas.

Fonte: GOB-MS

Notícias relacionadas