GOB-MS Grande Oriente do Brasil - Mato Grosso do Sul

Oh! Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união.

A CREDIBILIDADE CADA VEZ MAIS ...

terça, 08 de agosto de 2017 às 22h39

A CREDIBILIDADE CADA VEZ MAIS ...

Quem deveria dar exemplo quando no exercício do cargo ou função na área pública, faz o contrário, subvertendo a ordem e comete descalabro, no erário e, de sã consciência, isto é, com vontade mesmo de levar vantagem a qualquer custo, tem descoberta sua intenção e os malefícios provocados, e ainda dá uma de nada sei e nada vi, mas é “o cabeça”, é porque a coisa está feia, está oca.

Por isso vale a pena ter imprensa livre e com responsabilidade, com interesse de mostrar o “lixo” na administração do nosso patrimônio maior, o Brasil.

É impressionante como sugam, tentam de todos meios tirar proveito, o máximo possível, o “líquido que corre nas artérias do corpanzil” e, mesmo assim ele não fica anêmico e, olhem que o sugam e o sangram de vários jeitos. E fazem isso em benefício próprio, na cara dura. Os que assim agem, se consideram detentores de super inteligência, impunes e, portanto livres para o que der e vier.

Eles não estão nem aí para as fiscalizações ou auditorias que possam a vir sofrer, sabe-se lá o porquê e, vão que vão com as mãos na massa. Fazem e atuam sem o menor pudor e, a coisa vai dando certo. Já existem formulas que volta e meia vem à tona, o modus operandi, desses “grandes e notáveis brasileiros”.

Montam esquemas com diferentes ações e ramificações, arquitetadas e de aspecto profissional, são verdadeiros agentes duplos, homens de duas faces, que as empregam de conformidade com o momento e, de acordo com o palco e a platéia do teatro de operações, deles.

E, nos desmanches ou desmontes dos grupos, eles ficam com semblante de “Maria Madalena” e, por vezes argumentam que estão sendo perseguidos, existe complô, que há forçação de barra, abuso de autoridade e algo mais. Mas não dá para acreditar em perseguições, uma vez que, quando “a casa cai”, existem elementos comprobatórios coletados a partir de atitudes ilícitas, arregimentadas, mediante investigações, cujos resultados são nítidos e palpáveis, demonstrados ou exibidos nos autos, pelas instituições encarregadas desses procedimentos, por exemplo: Polícias (em especial a Polícia Federal), Tribunais de Contas, Controladoria Geral da União e Ministérios Públicos. Bem, o que vem depois é outra história, infelizmente a passos lentos, morosos, a beira da prescrição ou quase no esquecimento das ações ilícitas efetivadas pelos vampiros da nação.

Então, ao vermos “as porcarias jogadas nos ventilador”, ficamos tristes em virtude falta de brasilidade. Porque senhores, a gente não vê motivo para tanta ganância, eles são bem remunerados. Não há necessidade de lançar mãos nas coisas ou bens alheios, enquanto um número elevado de compatriotas vive na rua da amargura. Isso, por exemplo, incentiva a desigualdade.

Esses senhores, maus brasileiros, ocupantes de cargos públicos, com certeza minam a administração, realizam o fogo amigo e jogam em desfavor do crescimento e do melhor que se espera para o povo brasileiro.

Esses senhores, comprometidos com a ilegalidade são maiores de idade e com nível de instrução acima da média exigida para ocupação de cargos na esfera pública, querem atestar que o povo é tapado, cego e mesmo alheio quanto ao destino do país, tendo a favor a impunidade, uma premiação pela conduta injusta. 

Por essas e outras que, a descrença é grande. Não sabemos quando isso mudará. Tapar o sol com a peneira não adianta. A “limpeza” tem que ser posta em pratica doa a quem doer, de cabo a rabo. Precisamos moralizar o país, os vícios estão sobrepujando as virtudes, de forma assustadora.

Um dia acontecerá, e, quando acontecer teremos muita satisfação, e jubilosos bateremos no peito e diremos em alto e bom tom: SOMOS BRASILEIROS COM MUITO ORGULHO.

Nelson Vieira - Secretário Estadual de Educação e Cultura do GOB-MS.

Fonte: GOB-MS

Notícias relacionadas

  • O MANUAL

    quarta, 22 de novembro de 2017 às 14h19 Editoriais

    O MANUAL Para que as sessões possam ter andamento correto, de conformidade com o rito adotado pela loj.:, nas diferentes sessões, obedecidos os calendários e programações aprovados pelos...

  • A SESSÃO DAS SESSÕES

    quarta, 22 de novembro de 2017 às 14h18 Editoriais

    A SESSÃO DAS SESSÕES Qual o Maçom que não participou da Sessão das Sessões? Com segurança afirmamos que todos participaram a partir do primeiro contato com o mundo maçônico. E, cuja...

  • Dia da Bandeira

    terça, 07 de novembro de 2017 às 18h43 Editoriais

    BANDEIRA DO BRASIL História A bandeira do Brasil foi instituída a 19 de novembro de 1889, ou seja, 4 dias depois da Proclamação da República. É o resultado de uma adaptação na...