GOB-MS Grande Oriente do Brasil - Mato Grosso do Sul

Oh! Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união.

Capítulo Carlos Augusto Ramos Filho, nº 64, exaltou 4 (quatro) novos companheiros.

segunda, 27 de agosto de 2018 às 14h56

Capítulo Carlos Augusto Ramos Filho nº 64, que funciona no templo da ARLS Virtus Et Labor nº 2386 – Benfeitora da Ordem,  exaltou no último dia 25 de agosto de 2018 quatro novos Companheiros: André Monteiro Maltez; Aparecido Carlos Simionato; Lucas Alexandre de Araújo; e Ozair Bento Lima.

Os trabalhos foram comandos pelo 1º Principal E. Comp. Ivan Lopes Magalhães, tendo como 2º Principal E. Comp. João Roberto Ambrosio, e como 3º Principal o E. Comp. Milton Cardoso Sobrinho. Os trabalhos contaram com a participação do Grão Mestre do GOB/MS, E. Comp. Benilo Allegretti, que na cerimonia de exaltação atuou como Past Primeiro Principal – I.P.Z.. Ao final da Cerimônia foi servido o já tradicional almoço do Capitulo preparado pelo Mestre de Banquete Comp. Thomaz Ugri.

Notas sobre o Arco Real:

Alguns Motivos para ingressar no Arco Real:

No sentido direto da palavra, eu sou um entusiasta do Arco Real e acho difícil entender por que muitos irmãos não buscam ingresso nesta Ordem. Por que alguém deveria ingressar no Arco Real, em vez de qualquer um dos outros graus maçônicos e ordens disponíveis para nós?

O primeiro motivo é a ligação indissolúvel entre os graus simbólicos e o Arco Real.
Por razões históricas, quando as duas Grandes Lojas se uniram em 1813 para formar a Grande Loja Unida da Inglaterra, adotaram a definição de "mais pura e antiga Maçonaria consiste "única e exclusivamente de 3 graus, a saber; Aprendiz, Companheiro e Mestre Maçom, incluindo a Suprema Ordem do Santo Arco Real”. Como resultado os Graus simbólicos e o Arco Real se tornaram indissoluvelmente ligados administrativamente e tematicamente. O que é uma característica da Maçonaria Inglesa.
O segundo motivo para aderir. Nosso progresso através Maçonaria é uma jornada de auto descobrimento e autoconhecimento. Na Loja Simbólica somos apresentados aos princípios e normas eminentemente práticas que, se seguirmos em nossas vidas, nós temos a esperança de levar uma vida que possamos auxiliar nossos semelhantes e agradável a Deus.

Mas nós não somos seres simplesmente práticos.

Temos um aspecto espiritual vital à nossa natureza, que é abordada no Arco Real. Em essência, o Arco Real, sem transgredir os limites da religião, convida o candidato a considerar a natureza de Deus e seu relacionamento com ele.

Dessa forma, o Arco Real completa o homem, levando-o da prática para o espiritual. A loja simbólica e o Arco Real formam a mais pura e antiga maçonaria.

O terceiro motivo é a cerimônia e o próprio ritual. Bem executada a cerimônia de exaltação é um dos mais belos e instigantes rituais da Maçonaria. Mais dramático do que os graus simbólicos, o clímax da cerimônia forma uma memória viva para todos os que passam por ela.

O quarto motivo é o companheirismo e diversão. É muito raro um capítulo ter em seu quadro Companheiros apenas uma Loja. Ao participar de um capítulo você vai aumentar a sua rede de contatos maçônicos além daqueles da sua própria loja, isto por sua vez, pode levar a um aumento na sua experiência e conhecimento maçônico.

Mas, acima de tudo, ingressando no Arco Real você vai aprimorar o seu aprendizado na Maçonaria. Ela traz consigo novas experiências, novos conhecimentos e novos companheiros, que adiciona mais alegria e satisfação a nossa participação na Maçonaria.

Em. Ir. Joselito Romualdo Hencotte

oam.parana@gmail.com

fonte: http://essenciamaconica.blogspot.com/2014/04/alguns-motivos-para-ingressar-no-arco.html

Fonte: GOB-MS

Notícias relacionadas